Como transformar ações em resultados?

0
150
"Não tente mudar o mundo sozinho, juntos somos mais fortes!", afirma a coach Luciana Carreteiro

*Por Luciana Carreteiro

Ter disciplina é o ato de ser constante, ou seja, de se dedicar para realizar determinado objetivo. Eu muitas vezes acreditei que não tinha disciplina, até que me dei conta que era sim uma pessoa disciplinada (e quanto) quando um amigo me disse: “você treina todos os dias, come alimentos saudáveis que você prepara e se cuida regularmente. E faz isso há anos”. A partir daí também percebi que buscar em outro campo da vida algo que queremos trazer mais forte para o lado profissional, ou vice-versa, também é possível. Tudo pode evoluir, é só querer.

Contudo, é muito mais fácil ter disciplina em atividades que gostamos de realizar. No meu caso, busquei na essência do esporte a disciplina que queria implementar nas outras áreas da vida. Isso me trouxe a segurança de que eu sou capaz quando realmente quero. Recentemente também ouvi uma palestra do Howard Gardner sobre as “5 Mentes do Futuro”. Uma delas é a Mente Criativa, e ele explica o seguinte: para pensar fora da caixa é preciso ter uma caixa. Por isso, a primeira mente que precisa se desenvolver é a Mente da Disciplina. Essa é uma excelente analogia porque demonstra que para sermos criativos e aprendermos a inovar, precisamos saber exatamente qual é o processo de inovação.

No meu trabalho como coach de alta performance observo que os executivos sabem o que tem que fazer. Na maioria das vezes, eles não precisam de um curso ou treinamento para saber o que fazer. Por outro lado, a resistência interna deles está mais voltada para colocar em prática o que eles sabem, ou seja, entrar em ação. E isso é que acontece com muitos executivos e líderes, já que para transformar a disciplina em ação existem alguns pontos essenciais. Confira algumas dicas:

1 – Crie uma visão complementar
“Sei que preciso desenvolver os processos da minha empresa, mas são tantos que não começo, deixo para depois”. Você já se pegou vivendo nesse empasse? O primeiro passo para mudar esse panorama é montar uma equipe de trabalho. Não tente mudar o mundo sozinho, juntos somos mais fortes! Quanto maior o desafio, melhor será ter pessoas que poderão lhe apoiar. Um time é formado por diversas pessoas com suas próprias experiências e que poderão lhe oferecer uma visão complementar. Chame quem você acredita que irá contribuir e faça uma reunião de kick-off (início de projeto) para definir o escopo de cada um. Se comprometer com algum parceiro também ajuda a manter o foco!

2 – Planeje suas ações dividindo-as em tarefas
Com o time reunido, enumere cada ação que precisa ser feita e liste todos os processos que acredita serem vitais para o bom andamento da organização. Em seguida, quebre uma ação em tarefas. Para evidenciar isso, gosto de usar um exemplo comum para todos: a ação é renovar a carteira de motorista, então as tarefas são marcar um horário online no Poupatempo, pagar o imposto de renovação no banco indicado, separar os documentos necessários, marcar na agenda o compromisso e comparecer no Poupatempo com todos os documentos e imposto pago. Ou seja, para completar essa ação tenho cinco tarefas, sabendo isso fica mais fácil se organizar para concluir a ação. E fique atento: uma tarefa sem prazo é como um carro sem rumo, um gasto. Com prazo, seu carro circula com tanque cheio e um destino no Waze com horário de chegada.

3 – Não caia na obstinação
A palavra de ouro aqui é flexibilidade. O planejamento é tão importante porque ele fornece a todos o mesmo destino. Isso traz clareza para os membros da equipe e, consequentemente, comprometimento. Porém, não existe planejamento que não possa mudar, também é preciso ir se adaptando às necessidades e novos desafios que vão surgindo. Jeff Jarvis em seu livro “O que a Google faria?” diz que “todos os serviços que a Google lança estão em sua versão beta”, ou seja, já se sabe de antemão que aquele produto está semipronto e irá se aperfeiçoar graças ao uso e feedback de seus clientes. A chave é o recomeço!

*Luciana Carreteiro é coach especialista em desenvolvimento de alta performance para liderança e fundadora da Kyma Coaching, empresa que apoia executivos e empresas a potencializarem suas competências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here