Mesários voluntários, grato

Primeiro turno das eleições municipais ocorre neste domingo (15) | Foto: reprodução

Carlos Balladas

Votei, como faço desde 1974, na primeira eleição da qual fui permitido participar. Era um dos piores períodos da ditadura militar, Geisel tinha assumido, mas os rescaldos dos anos de chumbo de Médici ainda permaneciam.

Nunca me esqueço de meu primeiro voto. Na cédula, ainda em papel, empunhando uma caneta Bic azul, com uma escrita letra caprichada, cravei Ulysses Guimarães para deputado federal e Alberto Goldman para estadual. Apesar de Goldman tomar rumos com os quais não concordei, tenho certeza de que meu primeiro voto contribui para a evolução de nossa democracia.

Hoje, ao entrar na sala destinada à minha seção de votação, como sempre, vários jovens com as credenciais da Justiça Eleitoral me atenderam com uma gentileza que nunca me foi oferecida em vezes anteriores. Entreguei o título de eleitor e os documentos e fui à cabine da urna eletrônica e votei. Desta vez, não anulei meu voto como fizera no segundo turno das eleições de 2018.

Ao terminar meu dever cívico, perguntei aos jovens mesários ali presentes se eles tinham se voluntariado para atuar nestas eleições. Como resposta unanime, ouvi um sonoro e em coro sim. A resposta positiva entrou em meus ouvidos como uma nota musical e reacendeu uma esperança que desaparecia em mim pouco a pouco nos últimos tempos.

Ver jovens que atenderam o chamado para contribuir com a nossa frágil democracia me deu uma alegria e a certeza de que parte do povo brasileiro está alerta aos movimentos antidemocráticos que pipocam em nosso País.

Verifico com entusiasmo, ao consultar as notícias sobre o chamamento da Justiça Eleitoral, que a resposta dos cidadãos à campanha de incentivo ao trabalho voluntário nestas eleições superou as expectativas, mesmo com a pandemia de Covid-19.

O ato destes milhares de voluntários deve ser exaltado por todos os democratas. Ele representa a resistência aos patéticos apelos contrários à campanha de convocação.

Saí do local de votação com a certeza de que o brasileiro vê na democracia o caminho de um País mais equânime em todos os sentidos.

A chama do orgulho em ser brasileiro está mais viva em meu peito. Agradeço aos mesários voluntários por isso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here