Projeto do Parque Tecnológico de Santo André avança

0
226

Por Vitor Lima

O município de Santo André passou pela primeira etapa para a implantação de um Parque Tecnológico na cidade. Em entrevista coletiva realizada no último dia 22 no Paço Municipal, o prefeito Carlos Grana anunciou que a cidade conseguiu o credenciamento junto ao Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), o que possibilita o andamento do projeto e o avanço nas negociações para a captação de recursos.

Giovanni Rocco, Donisete Braga, Carlos Grana, Oswana Famelli e Luiz Turco
| Foto: Diego Barros

Outra novidade anunciada foi a inclusão do antigo prédio administrativo da Rhodia, na Avenida dos Estados, no projeto do Parque. À princípio, os terrenos cedidos pela Prefeitura seriam apenas um no Campo Grande (próximo à Paranapiacaba) de 180 mil m² e outro próximo ao Auto Shopping Global, também na avenida dos Estados, com 30 mil m². A inclusão da área da Rhodia acrescenta mais 8 mil m² ao Parque, e na visão de Grana “encurta o caminho do projeto”, pois o terreno já possui 5 mil m² de área construída.

A gestão do Parque ficará por conta da Agência de Desenvolvimento do Grande ABC . O prefeito de Mauá e presidente da agência, Donisete Braga, destacou a importância da iniciativa para a região. “Por mais que ele seja instalado em Santo André, ele vai ser uma referência não só para o ABC, mas também para toda a região metropolitana. Pelo potencial e pela pujança que representa a nossa região, não tenho dúvida que vai ser um marco histórico”, afirma.

Estimado em R$ 14 milhões, o projeto ainda não tem recursos garantidos. De acordo com Braga, existirão conversas com o governo estadual, com os deputados da região para a destinação de emendas parlamentares e também com o governo federal, para verificar possíveis linhas de financiamento. Grana ressaltou, porém, a participação das empresas. “A gente garante a base para acolher, mas, boa parte do investimento é do setor privado”.

Outro ponto abordado na entrevista foi a geração de empregos. O secretário executivo da Agência GABC, Giovanni Rocco, expôs números de outros parques tecnológicos e mostrou ótima expectativa sobre geração de emprego e renda na região. “Pegar o exemplo do Parque Tecnológico de Porto Alegre, a Tecnopuc. Nós estamos falando de 6 mil empregos diretos. No Parque Tecnológico Porto Digital, em Recife, 7.100 empregos diretos”, destaca.

Vocação

Dentre as vocações em estudo para serem incorporadas ao Parque Tecnológico de Santo André, estão os segmentos de saúde, TI (Tecnologia de Informação), química, petroquímica e plástico, além de metal mecânico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here