Doria cede parcialmente, divide Região Metropolitana em subsetores, mas não haverá flexibilização no ABC

Foto: Divulgação

A pressão que diversos membros do poder público (que ameaçaram, inclusive, colocar em prática medidas de retaliação) e sociedade fizeram sobre o governo do estado surtiu efeito. O governador João Doria acaba de anunciar, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, que o ABC será tratado de forma individual, separado das demais subregiões da Região Metropolitana. O anúncio atende em partes o pleito da região.

Ao contrário das expectativas e das informações que dispunham os prefeitos do ABC, a região ainda não será enquadrada na fase 2 do plano de retomada gradual da economia. A decisão frustou os anseios da região.

A Região Metropolitana foi dividida em cinco regiões: ABC/Sudeste, Norte, Alto Tietê/Leste, Sudoeste e Oeste.

“Não existe nenhuma alteração imediata de fase com nenhuma das cinco regiões da região metropolitana de são Paulo”, explica o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. “Dialogamos com cada um dos prefeitos explicando a necessidade do aumento da capacidade hospitalar dessas regiões. É esse o índice que esta indicando que a região metropolitana deve melhorar para avançar para a próxima fase”, completa.

Este portal publicou que a partir de 1° de junho alguns setores econômicos poderiam voltar ao funcionamento nas sete cidades (atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio e shoppings centers), mas a informação não se confirmou.

Os prefeitos do ABC se reunirão, virtualmente, ainda na tarde de hoje, para comentar o assunto e planejar novas ações.

*Texto atualizado às 13h40 para a correção de informações. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here