Escritor Gilberto Tadeu de Lima lança a quinta obra

Textos revelam a personalidade crítica e ao mesmo tempo bem-humorada do autor | Foto: Divulgação

O escritor Gilberto Tadeu de Lima lançou, neste mês, o livro “Mal Traçadas Linhas”, a quinta obra de sua trajetória. A publicação reúne 17 contos e 12 crônicas produzidas ao longo dos últimos anos e revelam a personalidade crítica e ao mesmo tempo bem-humorada do autor.

Nos contos, a imaginação do escritor dá vida para pequenas vitórias e derrotas cotidianas dos personagens, em recortes que retratam o dia a dia urbano observado por Lima. De acordo com o autor, o leitor encontrará uma narrativa leve e breves ficções que transitam por diversos gêneros, entre dramas e comédias.

Arte: Divulgação

“Os diferentes destinos de três inseparáveis amigas, a desastrada noite do operário desempregado, o migrante que a largou a família por um grande amor são algumas das aventuras contadas no livro”, detalha.

Por sua vez, as crônicas registram observações particulares do autor sobre variados assuntos. Em muitas delas o escritor busca na memória lugares e fatos vividos no ABC, especialmente em São Caetano do Sul, cidade em que reside há mais de 50 anos.

Está é a primeira vez que Lima decide publicar crônicas, já que nas outras obras – “Roupa Nova”, contos, 1999; “Terapias Alternativas”, contos, 2001; “O Menino de Outro Mundo”, contos, 2008; e “Deixe em Paz meu Coração”, romance, 2015 – o autor optou apenas por gêneros ficcionais.

O livro foi lançado pela COOPACESSO (Cooperativa de Trabalho Acesso Cultural Educacional Sustentável Solidária), sediada em Santo André. Interassados em adquirir a obra devem entrar em contato pelo e-mail gtadeulima@uol.com.br.

Professora homenageada

Lima dedicou o livro para Maria José Amaral Pante, educadora aposentada que deu aulas de Português para o autor no Colégio Estadual de São Caetano do Sul – Bairro Olímpico (hoje chamado de Escola Estadual Professora Maria da Conceição Moura Branco), na década de 1970. “Desde aquela época ela sempre me incentivou na arte de escrever. Depois de adulto retomamos contato e ela continuou me incentivando. A homenagem é um pequeno agradecimento pelo conhecimento transmitido e pelo incentivo”, explica o escritor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here