Carnaval deve incrementar vendas no ABC

Foto: Reprodução

A maior festa popular do país está chegando, o carnaval, época que a folia entra em cena e a busca por fantasias, máscaras, confetes e outros adereços aumentam. É esperado um crescimento de até 5% para o varejo paulistano, com ticket médio de R$ 50 e R$ 100, de acordo com a pesquisa realizada pela  Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo (FCDLESP).

O mesmo vale para as cidades do ABC, conforme  o presidente da CDL de Diadema, Marcos Vicente. De acordo com ele, a tática do consumidor ganhar alguma coisa durante a compra pode estimular uma alegria para comemorar o carnaval e impulsionar as vendas. Os brindes nas compras como serpentinas, confetes e máscaras são as principais estratégias para ajudar o lojista a alavancar as vendas na região metropolitana do estado de São Paulo.

Os lojistas estão confiantes no aumento das vendas, mesmo com o período do começo do ano, que é marcado pelo pagamento de contas tradicionais, como IPVA, IPTU e a materiais escolares.

Os produtos carnavalescos podem ser opções para ajudar no aumento das vendas, visto que são esperadas 15 milhões de pessoas para o carnaval de rua de São Paulo e mais de 700 bloquinhos, segundo Secretaria Municipal de Cultura. “Devido a grande circulação de pessoas, incluir itens sazonais, como fantasias, máscaras, serpentinas e confetes para chamar a atenção dos clientes pode ser uma excelente oportunidade para alavancar as vendas”, explica o presidente da FCDLESP, Maurício Stainoff.

Além do varejo, os segmentos ligados ao turismo, como hotéis, bares, restaurantes serão beneficiados durante o período de carnaval, com faturamento estimado em R$ 8 bilhões, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).
A pesquisa foi realizada com a participação das principais CDLs do Estado de São Paulo, que enviaram dados locais, como expectativa de crescimento das vendas, ticket médio e dicas das melhores estratégias a serem adotadas pelo varejo.

Interior
Para a região interiorana de São Paulo é esperado um crescimento médio de 5%. De acordo com as CDLs de Piracicaba, Salto de Pirapora, Cruzeiro e Bauru, o gasto médio previsto é de R$ 50 e R$ 100.

Segundo o presidente da CDL de Bauru, Odair Secco, o e-commerce pode ser um ótimo canal de vendas para fantasias e adereços de carnaval.

Litoral
Já para o litoral, o ticket médio para o carnaval permanece o mesmo, quando comparado às outras regiões do estado de São Paulo. O crescimento esperado para as compras durante as festividades de fevereiro é de 5%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here