Mais de 400 mil moradores do ABC comprovaram que têm direito ao auxílio emergencial

Montante equivale a quase 15% da população da região; dados são preliminares

Proporcionalmente, a cidade mais beneficiada é Diadema, onde mais de 18% dos habitantes foram definidos como “elegíveis” ao beneficio até o momento | Foto: Marcello Casal Jr./AgBr

Uma das medidas adotadas para diminuir os impactos da pandemia do coronavírus na economia, o auxílio emergencial tem sido muito requisitado no País todo. No ABC, o quadro é o mesmo. Até 22 de abril, 403.876 moradores da região foram classificados como elegíveis pelo governo federal para receber o benefício de R$ 600.

Os dados do Ministério da Cidadania são preliminares – ainda existem milhões de requerimentos em análise – e, portanto, devem aumentar.  Ao todo, 50,2 milhões de pessoas já comprovaram que têm direito ao auxílio no País.

Entre os municípios do ABC, São Bernardo do Campo é cidade com maior número de benefícios aprovados (117.418 pessoas), seguida por Santo André (105.597), Diadema (78.177) e Mauá (61.582). Na sequência figuram Ribeirão Pires (17.320), São Caetano do Sul (14.572) e Rio Grande da Serra (9.209).

Contudo, quando levamos em conta a proporção da população que já demonstrou ser elegível ao benefício, os papéis se invertem.

Neste cenário, a cidade que registrou a maior parcela de pessoas com direito ao auxílio é Diadema, que possui 18,44% dos moradores com direito ao benefício de R$ 600. Logo atrás vem Rio Grande da Serra (18,11%), seguida por Santo André (14,69%), Ribeirão Pires (14,03%), São Bernardo do Campo (13,99%) e Mauá (13,02%). Proporcionalmente, São Caetano do Sul é a cidade que tem menos moradores aptos a receber a ajuda (9,04%).

No montante de 403.876 elegíveis no ABC (quase 15% da população das sete cidades), 99.424 já costumavam receber auxílio estatal, por meio do Programa Bolsa Família.

As informações foram obtidas via Lei de Acesso à Informação (LAI) após solicitação feita pela agência Fiquem Sabendo. Na resposta ao pedido, o Ministério da Cidadania ressalta que os dados preliminares correspondem ao período de 6 a 22 de abril e que “o processo de requerimento do auxílio ainda está em pleno curso”. Por fim, a Pasta se compromete a divulgar os dados finais sobre o programa emergencial no Portal da Transparência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here