Ministro afirma que desemprego deve ser revertido

O ministro do Trabalho, Manoel Dias, afirmou ontem (26) em evento na Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro, que o setor  automobilístico e o da construção civil devem reverter o crescimento da taxa de desemprego nos próximos meses.
Ele relatou que as empresas do varejo e do setor automobilístico veem o momento atual como um “hiato pequeno” na economia. Segundo o ministro, a previsão da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) é retomar a capacidade produtiva em seis meses. “O Brasil bateu recorde de produção automobilística no ano passado. Tivemos uma dificuldade e diminuição na exportação”, disse. Para Dias, esse cenário pode ser revertido com a assinatura de acordo para exportação de veículos para o México e demais países da América Latina.
De acordo com o ministro, setor automobilístico deve retomar produção em seis meses | Foto: reprodução
Já com relação à construção civil, Dias ponderou que o aumento do desemprego no primeiro semestre é normal. “É um período em que as pessoas vão (primeiro) comprar o imóvel, preparar um projeto, o parque de construção. Ou seja, historicamente, é a partir de junho e julho que se dão as contratações”.
Ele lembrou também que somente o investimento do governo previsto para a construção de unidades habitacionais populares será de R$ 84 bilhões, sendo que 90 mil casas estão contratadas. “Isso deve gerar mais de R$ 1 milhão de empregos”, estimou o ministro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here