Publicitário do ABC é reeleito diretor do Sinapro-SP

Paulo Cesar Ferrari é um dos 22 diretores do sindicato | Foto: divulgação

Vivian Silva

Nesta semana, o Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo (Sinapro-SP) anunciou a nova diretoria que comandará a entidade no triênio 2020–2023. O publicitário e jornalista Dudu Godoy, que já estava à frente da presidência, foi reeleito para o cargo, e Roberto Tourinho será o vice-presidente. Já na diretoria da entidade, entre os membros, está o publicitário e presidente da Octopus, Paulo Cesar Ferrari.

Ao todo, são 22 executivos e dirigentes de agências paulistas na nova diretoria. Entre as novidades desta gestão está a criação da Diretoria Regional, composta por sete representantes do interior do estado, convidados pela diretoria efetiva do sindicato.

“Uma das propostas para este triênio é fortalecer a representatividade do Sinapro-SP em todo o estado de São Paulo. Nesse sentido, a decisão de convidar estes profissionais para contribuir com a administração da entidade nos permitirá ter um termômetro das diversas regiões do interior paulista e avaliar ações voltadas a esses mercados”, destaca Godoy.

A reportagem da Negócios em Movimento, conversou com Ferrari – que representa também o ABC, pois a agência Octopus está localizada em Santo André – para saber mais sobre a sua atuação no sindicato e demais detalhes.

Negócios em Movimento (NM) – Desde quando você é um dos diretores do Sinapro-SP?
Paulo Cesar Ferrari (PCF) – Já no primeiro mandato da atual diretoria do Sinapro, ou seja, há 3 anos. Na primeira gestão tivemos muitos desafios para enfrentarmos. Um deles foi a não obrigatoriedade das agências em se associarem ao sindicato. Tivemos ainda em plena pandemia da Covid-19 o CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) aprovada junto ao Sindicato dos Publicitários. A definição da tabela dos Valores Referenciais dos Serviços Internos.

Com essas ações mostramos a relevância que o Sinapro representa para a classe. Esse objetivo trouxe uma aproximação, que já existia muito maior entre o Sinapro e àqueles que ele representa. O esforço foi percebido e igualmente a representatividade pelos dirigentes das agências, isso mostrou o comprometimento da gestão para os desafios.

NM – O que significa para você ser um dos diretores?
PCF – Uma grande responsabilidade. A convocação para fazer parte da diretoria feita pelo Dudu Godoy, também trouxe a reflexão sobre a importância da região do ABC, para os trabalhos que teríamos pela frente e o fato de nesses 42 anos de existência da Octopus termos escrito um pouco da história na comunicação na região, no estado e no País. Esse comprometimento e a missão de ser diretor de Relações Interassociativas do Sinapro traz o estímulo de estar junto a esse projeto, agora em mais um mandato, para aquilo que estabelecemos como prioridade nessa nova gestão.

NM – Atualmente, qual a principal pauta da diretoria?
PCF – Nesse novo mandato estabelecemos como metas iniciais o desafio do cenário atual, onde as agências têm que se reinventar em praticamente todas as novas frentes de trabalho, fortalecer ainda mais a segurança jurídica nas nossas ações junto à CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), ampliar a participação das agências na base de dados do CENP-Meios (Conselho Executivo das Normas-Padrão), isso nos permitirá um quadro mais claro de dados sobre os investimentos em mídia, que trará um raio X do que ocorre em todo nosso estado.

Continuar nosso trabalho para fortalecer as agências com a Tabela de Referência adequada a esses novos períodos. Protocolos da volta presencial aos trabalhos com segurança. Também a proposta de trazer para este triênio o aumento da representatividade do Sinapro em todo estado de São Paulo. Convidamos vários profissionais de agências do interior para administração da entidade, isso vai nos permitir uma análise mais profunda sobre diversas regiões do estado e, claro, estar sempre presente nas ações, discussões e projetos que movimentam a indústria da comunicação, enfrentamento às fake news, defesa da autorregulamentação de temas relevantes para o nosso mercado, concorrências privadas e editais públicos etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here