Marketplace do Brás aposta na indústria nacional

Com a venda de produtos no atacado e peças bem escolhidas no varejo, "Giro No Brás" ganha espaço e usuários | Foto: Reprodução

Há dois anos, foi lançado um grande desafio junto aos fabricantes do Brás, digitalizar a venda para os 400 mil revendedores e sacoleiras que buscam os produtos de qualidade que são fabricados na região todos os dias. Pensando nos 4 mil confeccionistas da região e 5,5 mil pontos de venda o Giro No Brás deu o pontapé inicial vendendo os jeans fabricados pela Black Jeans, Colbie, Darlook, Dinho´s e Fact Jeans e, hoje (29), ampliou as categorias, incluindo no seu portfólio: calçados, moda evangélica e malharia, além do recordista de vendas que hoje já é exportado para os Estados Unidos e México: Plástica Natural da Eloisa Medina.

A CEO da empresa, Viviane Marrese, afirma que o marketplace priorizará e tentará fortalecer os produtos brasileiros. “Nossos planos de expansão preveem a exportação dos jeans, calçados e biquínis do Brás para os Estados Unidos. Temos um produto de alta qualidade com um preço bastante competitivo. Hoje, nosso tecido já está sendo exportado, queremos que a exportação das peças acabadas, com modelagem brasileira seja incrementada na mesma proporção que cresce o marketplace: 400% ao mês”.

O comércio eletrônico de atacado está mudando o hábito dos revendedores que viajavam longas distâncias para visitar o maior polo de moda da América Latina. Oferecendo a possibilidade de parcelar a compra em até 12 vezes, a compra em várias lojas com um único checkout e um atendimento personalizado.

Esta semana, acontece o lançamento oficial da coleção de verão 2020. A expectativa de crescimento de vendas no 2° semestre deixará o bairro mais lotado do que o normal. As vitrines já estão com novas mercadorias e os visitantes podem participar de desfiles, palestras e ter acesso a mercadorias exclusivas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here