Mercado condominial está na mira de empresários do ABC

0
20
Por Vivian Silva
Com a verticalização das cidades, surgem inúmeras demandas nos condomínios, mas nem sempre o síndico está apto a resolver essas questões, pois, muitas vezes, é preciso conhecimento jurídico, por exemplo, para lidar com uma situação específica.
Luiz Lopes Schimitd é um dos idealizadores do Grupo Moradia e CondoCenter | Foto: divulgação
De olho neste mercado que só cresce, o Grupo Moradia – formado no início de 2016  pelas empresas Schimitd Segurança, GVI Advocacia e HD Constrói – promoveu o 2° Ciclo de Palestras para Síndicos e Condomínios, no último dia 19, no Clube Atlético Aramaçan, em Santo André.
Na ocasião, cerca de 120 pessoas ouviram a palestra “Drogas em Condomínio”, ministrada pelo psicólogo com especialização em dependência química pela Unifesp, Nelson Raspes, além de debaterem questões pertinentes como bullying, acesso de veículos aos condomínios, segurança, entre outros temas.
Um dos idealizadores da iniciativa e diretor da Schimitd Segurança, Luiz Lopes Schimitd, 34 anos, ressalta que a ideia de formar o grupo surgiu dessa percepção do mercado. “A gente percebeu que tinha uma demanda, o síndico tinha deficiência de informação e havia uma carência de profissionais para fazer debates como a gente fez”. Assim, o primeiro ciclo ocorreu o ano passado e o próximo deve ser realizado em março ou abril de 2018, de acordo com Schimitd.
Surge o Condo Center
Após a formação do Grupo Moradia, novos empresários se interessaram pela proposta e, com isso, surgiu no meio do ano passado o grupo Condo Center, com reuniões mensais e pautas definidas. Atualmente, há 25 empresas associadas.
“O Condo Center segue um objetivo muito parecido com o Moradia: servir conteúdo de qualidade ao síndico. Só que a gente coloca alguns fatores diferentes, dentro do Condo Center promovemos networking, sorteios e cadastramos os síndicos para eles fazerem parte de um clube de benefícios. A gente oferece ao síndico eventos no condomínio dele, há um grupo especializado dentro do Condo Center focado nisso, além disso, a gente pede um feedback do síndico, se ele quer um tema para ser abordado na reunião seguinte, então, a gente vai atrás de um profissional para falar sobre aquele assunto”, explica Schimitd.

O diretor ressalta ainda que este mercado condominial está em ascensão e  há espaço para novas empresas atuarem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here