Mercado de games no Brasil é promissor

Até 2021, o segmento de games deve faturar US$ 1,4 bilhão no Brasil | Foto: Freepik

Dados das mais diversas fontes evidenciam a força do mercado de games no Brasil atualmente. Segundo a Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames), o País conta com cerca de 66 milhões de gamers; é o 13º maior mercado de games no mundo e o 2º maior na América Latina. Já um estudo da PwC, uma das maiores agências de auditoria, consultoria e pesquisa do mundo, indica que, até 2021, esse setor deve faturar por volta de US$1,4 bilhão no Brasil, um crescimento de 17% em relação aos indicadores de 2016, configurando um dos mais promissores da indústria do entretenimento nacional.

Para a coordenadora da área de Tecnologia da Informação do Senac Santo André, Silvia Oliveeri Porto, os bons números geram otimismo, pois pode significar mais oportunidades de emprego no segmento. Para aproveitá-las, a qualificação é essencial. “Com tanta gente consumindo jogos, a indústria precisa ter equipes que deem conta de atender à demanda, o que faz com que o mercado torne-se promissor para profissionais dedicados e bem-preparados”, explica.

Silvia ressalta  que a movimentação em busca de capacitação na área tem sido bastante significativa, além de destacar que o processo envolve muitos profissionais, com expertises diferentes, entre eles, programadores, designers e especialistas em áudio e vídeo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here