Pesquisa aponta que trabalhadores em “home office” são mais engajados

0
72
Resultado revela que presença física não significa diretamente mais comprometimento | Foto: Freepik

Os colaboradores que trabalham remotamente são mais engajados do que os que ficam em escritórios. Essa é a conclusão da Pesquisa Global de Engajamento, feita pela ADP. O estudo mostrou que 29% dos trabalhadores virtuais que fazem parte de um time são totalmente engajados, contra 18% dos que não trabalham em home office.

Para a vice-presidente de Recursos Humanos da ADP na América Latina, Mariane Guerra: “Engajar os colaboradores é um grande desafio para as organizações. Sabendo que eles anseiam por mais flexibilidade, cada vez mais empresas tem oferecido a alternativa do home office e garantindo mais conforto e bem-estar para as equipes”.

Os grandes deslocamentos que as pessoas têm de fazer para os escritórios aumentam o estresse e acabam restringindo o tempo que poderia ser usado, por exemplo, com lazer e esporte.

Como resultado, o modelo de trabalho remoto tem se tornado cada vez mais desejado pelos colaboradores.“ O resultado da pesquisa também comprova que a proximidade física não é requisito para criar uma sensação de trabalho em conjunto. Além disso, ambientes mais flexíveis tendem a atrair mais e reter os melhores talentos”, finaliza Mariane.

A pesquisa, realizada em julho de 2018, ouviu 19.346 funcionários de 19 países, que trabalham em tempo integral ou meio período.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here