Ribeirão Pires mira o setor hoteleiro

0
262
Lei de incentivo tributário incentiva empresas do setor a se instalarem na Estância Turística

No início de novembro, o Legislativo de Ribeirão Pires aprovou a Lei que concede incentivo tributário para a instalação e ampliação de estabelecimentos hoteleiros na Estância Turística, a mais próxima da capital.

A lei, proposta pelo Executivo, busca atrair redes do setor para aumentar a oferta de leitos de hospedagem no município e, assim, alavancar o turismo na estância, tema que é uma prioridade da gestão do prefeito Adler Teixeira, o Kiko, que enxerga na área o grande trunfo para o desenvolvimento econômico de Ribeirão. “Estamos criando novas alternativas de estímulo a setores estratégicos, como o turismo”, explica ao Negócios em Movimento.

O texto da matéria esclarece que haverá isenção total ou parcial de impostos municipais – ISS, IPTU e demais taxas municipais – por período de dez anos (que posteriormente pode ser prorrogado para 20) aos estabelecimentos. Entre os critérios para a concessão das isenções, consta que os empreendimentos devem investir, pelo menos, 0,5% do faturamento bruto anual em projetos de responsabilidade socioambiental, de acordo com a norma ISSO 26.000.

Prefeitura aposta no potencial turístico do município

Logo após a aprovação do projeto, ficou a cargo da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Estância, chefiada por Marcelo Menato, a busca por redes e empresários dispostos a investir em Ribeirão. Embora a Lei conceda benefícios para hotéis, resorts, hotéis fazenda, flats/apart-hotel, SPA´s/Thermas, o secretário avalia que o modelo ideal para Ribeirão seja o formato de pousadas.

“Com esta nova lei, o nosso objetivo é desenvolver o setor, especialmente com a abertura de novas pousadas. Acredito que a região de Ouro Fino comporta muito bem este tipo de estabelecimento”, explica. “Já iniciamos o contato com empreendedores, associações e redes hoteleiras para divulgar o nosso potencial turístico e incentivar a vinda de empreendimentos hoteleiros ao município”, conclui.

Ainda em novembro, a Estância inaugurou o novo portal turístico, localizado na avenida Kathe Richers, no corredor de acesso entre a Rodovia Índio Tibiriçá e o Centro da cidade. Além do propósito turístico do novo equipamento, de fortalecer o receptivo da cidade, o local sediará a Secretaria de Segurança Pública de Ribeirão Pires, o que garantirá mais autonomia aos trabalhos da Guarda Civil Municipal.

Boulevard gastronômico

Outro projeto importante para a cidade está prestes a ser viabilizado. Em maio, a Estância recebeu importante confirmação do governo do estado para o turismo local. O Conselho de Orientação e Controle do Fundo de Melhoria das Estâncias (COC) – órgão que gerencia as obras realizadas com recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (DADETUR) – aprovou a primeira fase do projeto do Boulevard gastronômico da cidade.

A ideia é de realizar intervenções nas ruas Felipe Sabbag e Stella Bruna Nardelli, com modificações no calçamento e paisagismo, e também com a revitalização dos principais pontos gastronômicos da área.

Para concretizar o projeto, está previsto, para o próximo dia 6, a assinatura de um convênio que prevê a captação de R$ 2,8 milhões de recursos estaduais, provenientes do DADETUR 2017. O montante será destinado à elaboração do projeto executivo e à construção, de fato, do Boulevard, fato comemorado por Kiko.

“Estamos resgatando nossa história, nossas riquezas e, o mais importante, o orgulho de viver aqui. Este trabalho não é feito apenas pelo Poder Público. Conta também com importantes contribuições do Conselho Municipal de Turismo, que foi retomado neste ano e aprovou em tempo recorde a utilização de recursos do DADE ao projeto de revitalização da área central do município”, destaca.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here