ABC representado no BrazilLab

0
227
Entre as 33 startups selecionadas para o programa, duas iniciativas são de Santo André; Bootnicks, de Daniel Faria (foto), é uma delas | Foto: Divulgação

Foram divulgadas em dezembro as startups selecionadas para o Programa de Aceleração do BrazilLAB, hub de inovação voltado à aceleração de soluções que auxiliem governos na gestão pública. O programa recebeu 265 inscrições, mas apenas 33 foram selecionadas. Entre elas, duas iniciativas do ABC.

Uma delas é a Botnicks, plataforma oriunda de Santo André especializada em chatbots. A startup utiliza inteligência artificial para atendimentos automatizados pelo Messenger do Facebook.

A startup foi selecionada por conta do projeto “Hi Bill”, iniciativa focada na educação empreendedora. O chabot, que no momento está na versão beta, envia tarefas aos usuários “ajudando-as a tirar uma ideia do papel e ajustá-la a um modelo de negócios, do zero ao MVP” (Produto Mínimo Viável, em português), conta o criador da Botnicks, Daniel Faria.

Outro projeto em desenvolvimento pela startup é focado ao primeiro atendimento aos cidadãos no Facebook, voltado a prefeituras. O programa seria capaz de responder dúvida simples e encaminhar para os departamentos competentes questões mais complexas ou urgentes. “Hoje o inbox das prefeituras não tem controle, demandas simples acabam se sobressaindo a demandas bem mais urgentes. Com nosso bot isso acabará”, projeta.

A outra iniciativa do ABC selecionada é a UniverSaúde, comandada pelo empreendedor Érico Vasconcelos, também de Santo André, que desenvolve soluções para melhorar a qualidade dos serviços de saúde e atua no apoio educacional para gestores e profissionais da área. “A gente tem batalhado muito em favor dessa agenda e estamos crescendo”, comenta.

O programa de aceleração prevê sessões de mentorias para o desenvolvimento e validação dos negócios. Também estão previstos encontros com gestores públicos, investidores e com startups que já atuam em parceria com o Poder Público. Ao fim das sessões, ocorrerá um Demo Day com as startups que se destacaram ao longo do programa, ocasião em que serão divulgadas as iniciativas vencedoras que terão à disposição investimentos que podem varias de R$ 50 mil a R$ 200 mil, além da possibilidade de efetuar um projeto piloto de seis meses em governos parceiros do BrazilLab.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here