Ambev abre inscrições para programa de desenvolvimento e cocriação de novos negócios com startups

Com a 2ª edição do programa "Além", a companhia abre as portas para soluções inovadoras e trabalho em conjunto; startups farão conexão com liderança da Ambev e fornecedores, além de acesso a investimentos e possibilidade de escala dos seus negócios

Novos produtos, serviços, ou modelos de negócios desenvolvidos com startups. É o que a Ambev, reconhecida pela 100 Open Startups como a empresa que mais pratica inovação aberta no Brasil, espera com a segunda edição do seu programa Além. As inscrições foram abertas na última quarta-feira (29) e seguem até a 17 de outubro por aqui.

“As startups têm a oportunidade de explorar sua tecnologia, seu modelo e sua solução para unir forças com as expertises da companhia. Dessas conexões, nascem projetos para além da Ambev”, afirma Eduardo Horai, CTO da companhia.

O Além conta com a parceria da consultoria Innoscience e aplica metodologia e acompanhamento para permitir a união das oportunidades da companhia com as fortalezas das startups. A Ambev abre as portas a elas para disponibilizar não só recursos financeiros, mas também acesso a fornecedores, possibilidade de escala, conexão com lideranças, além da oportunidade de criar algo novo em conjunto.

Nesta edição, os desafios serão direcionados para a co-construção, mas oportunidades de cocriação serão analisadas. Estão aptas a participarem startups na fase de tração e escala e que possuam solução pronta, já validada no mercado, com ao menos dois sócios(as) com dedicação exclusiva.

As startups participam de diversas fases, desde entrevistas no momento das inscrições, passando por reuniões one to one, até uma imersão para a cocriação dos pilotos. Não há número limitado de vagas, pois a ideia é atrair a maior quantidade de conexões com potencial.

Gamers de 892 municípios brasileiros e 9 milhões de views no piloto com a startup SporTI
Na primeira edição deste ano, sete projetos foram escolhidos para serem desenvolvidos. Ao todo, foram 54 pessoas diretamente envolvidas e mais de 65 horas de cocriação durante os 3 meses de desenvolvimento dos pilotos.

Um deles, parceria entre a startup SporTI e o time da marca Fusion, deu origem à CapudoCup, uma competição do esporte eletrônico FreeFire para gamers de todo o Brasil. “Quando o Além abriu as portas da Ambev para a SporTI, nós fomos desafiados a expandir a conexão entre os universos esportivos e das marcas, cocriando a Plataforma AmBev de Esportes (PLAE)”, conta Sandrelise Chaves, COO da SporTI.

Na iniciativa, a Ambev e a startup desenvolvedora de tecnologia para gestão e marketing esportivo se uniram para estruturar uma competição que uniu a tecnologia da gestão esportiva com a experiência da marca. Em 90 horas de inscrição, o campeonato registrou mais de 7 mil inscritos de 892 cidades de todo o país. Além disso, todo o conteúdo de lives e transmissão da competição alcançou cerca de 9 milhões de visualizações nos quatro dias do campeonato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here