Endeavor busca empresas inovadoras e de alto crescimento para Programa Scale-up Alimentos e Bebidas

Imagem: Reprodução

A Endeavor, organização global e sem fins lucrativos de fomento ao empreendedorismo, acaba de lançar a edição 2020 do Scale-up Alimentos e Bebidas, programa de aceleração que oferece aos empreendedores mentorias e conexões com os maiores nomes da indústria. Com patrocínio de GPA e Nestlé, a iniciativa busca 15 scale-ups que estejam prontas para crescer, escalar ainda mais seus negócios e construir soluções inovadoras. As inscrições podem ser feitas no site do programa até o dia 2 de julho: https://endeavor.org.br/scaleup/alimentos-bebidas.

No atual cenário de crise, conexões entre essas empresas podem ser uma das saídas para facilitar o acesso a mercados e clientes e manter o crescimento das scale-ups e, do outro lado, gerar velocidade na execução de projetos de inovação ou pivotagem do modelo de negócio das grandes corporações. Além disso, essa relação contribui para que as scale-ups adaptem seus serviços e produtos, inclusive para atender às novas demandas e desafios dessas grandes empresas.

“Vemos o Open Innovation como uma forma de apoiar o ecossistema e os empreendedores nesse processo de crescimento e, de fato, garantir que os dois lados – tanto o empreendedor, quanto a corporação – estejam crescendo, inovando e trabalhando juntos para alcançar resultados”, afirma Ilana Nasser, diretora de Engajamento de Rede da Endeavor. “Estamos muito felizes por ter esses dois parceiros, GPA e Nestlé, ao lado da Endeavor – eles que já tiveram uma experiência prévia de sucesso com inovação aberta vão agregar bastante, tanto um para o outro, quanto para a turma de empreendedores”, complementa.

Durante cinco meses de aceleração, os empreendedores selecionados de 15 empresas receberão o apoio dos mentores da rede Endeavor e de executivos do GPA e Nestlé – duas grandes empresas que reconhecem a importância de, além do trabalho e impacto que entregam hoje, também investirem no que vai gerar valor no futuro – apostando em um programa de aceleração como o Scale-Up Endeavor.

Em 2019, o impacto das conexões dos programas de inovação aberta, realizados pela Endeavor, resultou em mais de 200 scale-ups apoiadas, 240 executivos de grandes empresas impactados pelo contato com a cultura de inovação e agilidade, e mais de 80 negócios gerados entre as corporações e scale-ups. Entre as empresas aceleradas no programa de Alimentos e Bebidas em 2019 destacam-se a Desinchá, +Mu, Gold&Ko e Roots to go. Essa aceleração foi responsável, dentre os 80 negócios gerados no ano, por mais de dez parcerias entre os empreendedores da turma e os patrocinadores da edição de 2019.

“Com a Nestlé foram 8 parcerias de negócios, sendo que 5 permanecem ativas com excelentes resultados. Acreditamos que através deste novo programa vamos encontrar outros parceiros importantes para resolver desafios em tempo recorde, pois a inovação aberta nos coloca em contato com um grande leque de oportunidades. Estamos otimistas com os resultados”, afirma Carolina Sevciuc, Head de Transformação Digital da Nestlé.

De um lado, segundo a Forbes Global 2000, mais da metade das 500 maiores companhias do mundo estão trabalhando com startups. Do outro, a maioria dos unicórnios (61,7%), listados pelo The Wall Street Journal, foi investida por, pelo menos, uma corporação. Programas de aceleração, como o Scale-Up da Endeavor, são um exemplo de como empreendedores podem trocar com quem vive desafios semelhantes e também como corporações podem exercer a prática de investir no ecossistema empreendedor com recursos, capital ou conhecimento.

“Acreditamos na relação de benefício mútuo entre scale-ups e grandes corporações. No caso específico do GPA, a scale-up tem a oportunidade de escalar sua solução em uma empresa com mais de cem mil colaboradores, bem como trocar experiências com nossos executivos, impulsionando ainda mais o crescimento dos seus negócios. Para o GPA, além de identificar novas tendências e soluções disruptivas, a relação nos abre a possibilidade de identificarmos potenciais parceiros e maximizarmos nossa visão de ecossistema”, afirma Otávio Thome, Head de Inovação do GPA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here