Fintechs ajudam microempreendedor a abrir seu próprio negócio em casa

0
38
Arte: Reprodução

Um levantamento  realizado pela Simplic – primeira fintech a oferecer empréstimo 100% online para pessoas físicas com valores que variam de R$ 500 a R$ 3.500 – revela que mais de 100 mil brasileiros solicitaram e receberam um empréstimo online nos 3 meses com o objetivo de abrir o próprio negócio em 2019.  

 

Para driblar a burocracia das instituições financeiras tradicionais, os brasileiros estão recorrendo cada vez mais as fintechs, principalmente, na hora de empreender. Abrir um negócio “home office” – ou que necessite de pouco investimento inicial – têm sido a alternativa de muita gente para sair do desemprego ou complementar renda. Só no primeiro semestre de 2018 foram abertas mais de 1,2 milhões empresas – aumento de 10,7% se comparado a 2017. Desse total, mais de 81% delas são MEIs – microempreendedores individuais.  

 

De acordo com  Rogério Cardozo, diretor – executivo da Simplic no Brasil, “o crédito online está crescendo no país e é alternativa segura para quem não consegue crédito em instituições financeiras tradicionais”. A Simplic, por exemplo, recebe mais de seis mil solicitações de empréstimos por dia e se diferencia pela agilidade e facilidade no processo de aprovação e liberação do crédito. “Nosso objetivo é facilitar a aprovação de empréstimo com segurança e inovação. Para solicitar o crédito, o cliente faz a simulação no site pelo computador ou celular. O cadastro não leva nem 5 minutos e ele fica sabendo na mesma hora se está pré-aprovado e pode receber o dinheiro na conta em menos de 24 horas. A Simplic oferece uma avaliação diferenciada, o que permite atender clientes que não conseguem crédito em instituições financeiras tradicionais”, explica o Cardozo.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here