Inovativa vai capacitar quase 400 projetos no segundo semestre

Até o final do ano, 394 empreendimentos terão acesso a atividades de capacitação e conexão nos programas InovAtiva Brasil e InovAtiva de Impacto Socioambiental.

Foto: Freepik

No segundo semestre de 2021, o InovAtiva, hub que promove um conjunto de iniciativas de apoio ao desenvolvimento do ecossistema de empreendedorismo inovador no Brasil, vai atender 394 negócios inovadores em seus dois programas de aceleração. Participam do InovAtiva Brasil 314 projetos inovadores de todas as regiões do país. Para o InovAtiva de Impacto Socioambiental, foram selecionados 80 projetos focados em gerar impacto social ou ambiental positivo.

Os dois programas têm uma estrutura parecida e são divididos em duas etapas: Aceleração e Conexão. Na primeira, os empreendedores passam por uma série de atividades como mentorias coletivas e individuais, cursos de capacitação em empreendedorismo e treinamentos de pitch – como são chamadas as apresentações das startups. Também participam do InovAtiva Day, evento regional que reúne atores relevantes dos ecossistemas locais de inovação no Brasil, a ser realizado em 09 de outubro.

Depois de concluída a Etapa Aceleração, as 140 empresas que se destacarem serão convidadas a participar da segunda fase: Conexão. Nela, passam a receber mais uma rodada de conteúdos de capacitação, com mentorias coletivas e mentorias individuais especializadas para atender as especificidades de cada negócio.

Os ciclos são encerrados com o evento InovAtiva Experience, no qual os empreendedores têm a oportunidade de apresentar seus negócios para uma banca de investidores, grandes empresas e aceleradoras. Na ocasião, grandes nomes do ecossistema de empreendedorismo inovador brasileiro podem fazer perguntas às startups, estabelecer conexões futuras e, até mesmo, fazer propostas de investimentos.

“Além dessas 394 empresas que iniciam agora uma importante trajetória de aceleração, apoiamos no primeiro semestre, pelo programa InovAtiva Brasil, 340 startups. Startups representam muito do que acreditamos: empreendedorismo, inovação, pequenas empresas que sonham grande e que acreditam em um Brasil mais livre e convidativo para fazer negócios. Nossa meta é alcançar 15 mil atendimentos por meio das ações do hub InovAtiva. Isso terá um impacto significativo na jornada dessas empresas e, também, no ecossistema de empreendedorismo inovador brasileiro, que avança para ser um dos principais do mundo”, afirma Carlos Da Costa, Secretário Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia.

Para ter a chance de participar do ciclo gratuito que oferece conhecimento, conexão e visibilidade no mercado, os negócios inovadores inscritos foram analisados em cinco dimensões: grau de maturidade do negócio, grau de inovação, potencial de mercado, composição da equipe e potencial de escala da solução.

Para o Sebrae, o principal diferencial está na oportunidade de acompanhar o desenvolvimento da empresa em todas as suas fases. “Estamos atentos as novas oportunidades de negócios que o cenário atual exige, por isso é essencial que o empresário seja capacitado com total apoio em todas as fases. Queremos em breve mostrar o desempenho e o resultado desses projetos inovadores”, explicou o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick.

Perfil das selecionadas InovAtiva Brasil

As 314 selecionadas para o InovAtiva Brasil vêm de 25 estados do país: 49% somente da região Sudeste e 25% do Sul. 77% delas ainda não são patenteadas e 90% não atuam fora do país. Entretanto, 76% delas já têm clientes e, 20,7%, receita crescente.

Suas áreas de atuação são prioritariamente da Saúde (14%), Educação (12%) e Tecnologia da Informação e Comunicação (7%), concentradas nos segmentos B2B2C (35%), B2B (30%) e B2C (22%).

Em relação aos estágios de maturidade das soluções, 47% delas se encontram no estágio de validação e 36% em operação. Seus modelos de negócio são principalmente o Marketplace (24%), SAAS (21%) e Assinatura (19%).

Perfil das selecionadas InovAtiva de Impacto Socioambiental

Para o InovAtiva de Impacto Socioambiental, as 80 selecionadas vêm de 16 estados brasileiros, 54% são da região Sudeste – 36% somente do estado de São Paulo -, 24% da região Sul e 19% da região Nordeste. Desses empreendimentos, 61% já participaram de outro programa de atendimento de startups do SEBRAE.

Seus segmentos predominantes são de B2B2C (40%), B2B (35%) e B2C (20%), atuando principalmente nas áreas de Tecnologias Sustentáveis e Verdes (15%) e Saúde (15%).

Além disso, 60% delas já utilizam métricas de impacto social. Destas, 37% dispõem de controle formal do número de beneficiários diretos e indiretos, 33% fazem este controle informalmente e 25% produzem relatório de impacto socioambiental recorrentemente.

InovAtiva Brasil e InovAtiva de Impacto Socioambiental

O InovAtiva Brasil, maior programa de aceleração de startups da América Latina, abre suas chamadas a projetos inovadores nas fases de validação, operação ou tração de todo o país, de qualquer área de atuação.

O InovAtiva de Impacto Socioambiental, por outro lado, se concentra em negócios de impacto socioambiental. O desenvolvimento de negócios de impacto tem suas próprias oportunidades e desafios. Por isso, o ciclo é concebido com mentores que possam apoiar os empreendedores nestas especificidades e consigam encontrar os melhores caminhos para seu estabelecimento no mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here