Sebrae seleciona startups do ABC para programa de desenvolvimento

0
337
Linha de crédito, de até R$ 20 mil, valerá para aquisição de produtos e serviços pretendidos para o exercício das atividades | Foto: Júlio Bastos/PSA

O Sebrae-SP divulgou na última segunda-feira (5) o edital da terceira edição do programa “Startup SP”. O projeto selecionará startups que estejam em estágio de validação de seus respectivos negócios e oferecerá, gratuitamente, capacitações, mentorias e workshops durante quatro meses para contribuir com o desenvolvimento das startups.

Uma das novidades da terceira edição do programa é a participação do Escritório Regional do ABC, o que garante dez vagas de startups da região no projeto. Além do ABC, estão contempladas no edital as cidades de Campinas, Piracicaba, São José do Rio Preto, Sorocaba e São Paulo. Ao todo, 60 startups serão beneficiadas com o projeto.

O objetivo do programa é proporcionar o amadurecimento do negócio e tornar as startups aptas a receberem investimentos, por meio da validação do modelo do negócio. Espera-se que as atividades do projeto aumentem o faturamento das empresas ou que haja a conquista do primeiro cliente, a depender do caso de cada negócio.

Paulo Sergio Cereda, gerente do escritório do Sebrae no ABC, comenta: “O objetivo é aproximar o Sebrae deste universo de startups, de inovação. O programa busca promover o desenvolvimento sustentável do negócio, com a distribuição de conhecimento e acompanhamento dessas ideias inovadoras”.

Ainda de acordo com o gerente, faltava uma iniciativa deste porte na região. “O ABC tem um ecossistema muito bacana, com universidades, gente qualificada e tradição empreendedora. É muito importante para a região a chegada de um programa desses, para dar suporte para as startups”, avalia.

Empreendedores interessados em participar do programa devem se inscrever por aqui até 4 de março. O edital com todas as informações pode ser acessado aqui.

Edições anteriores

Em 2017, ocorreram dois ciclos do programa que contaram com a participação de 80 startups de diversas localidades, como Bauru, Ribeirão Preto, Campinas, São José dos Campos, São Paulo, entre outros. As edições registraram 70 oficinas, 300 horas de atividades coletivas, 1.300 sessões de mentorias individuais, entre outras atividades. Entre os resultados obtidos, destacam-se a captação de investimentos por oito startups, a conquista do primeiro cliente por 16 delas e 18 pivotagens em modelos de negócios, isto é, mudanças nos rumos das startups.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here