Startups investidas pela Anjos do Brasil buscam espaço no exterior

0
26

O Brasil é uma fábrica de startups. Em 2012 havia cerca de 2,5 mil delas cadastradas na Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Cinco anos depois o número saltou para 5.147. Hoje, já são mais de 6 mil buscando um lugar ao sol no mercado. Só em 2018, diz Maria Rita Spina, diretora-executiva da Anjos do Brasil (www.anjosdobrasil.net), organização sem fins lucrativos que fomenta o investimento anjo e apoia o empreendedorismo de inovação no País, 800 projetos foram apresentados à rede. Apenas 20 receberam um aporte.

Nesse cenário de empreendedores, há startups que já são sucesso no país e acalentam sonhos e projetos no exterior. Dois bons exemplos vêm de empresas que receberam aporte de investidores da própria Anjos do Brasil. Elas tornaram-se referências com seus negócios por aqui e preparam-se para operações além das fronteiras brasileiras.

A Conpass, pioneira no setor de engajamento em plataformas digitais na América Latina e uma das primeiras empresas do mundo nesse segmento, captou seu primeiro investimento em 2016 pela Anjos do Brasil. “No aporte conseguimos investimentos altamente qualificados e mentores que nos auxiliaram de forma ativa”, lembra o CEO Ivan Biava. “Saltamos de cinco clientes para mais de 300, nos tornamos líderes no setor com engajamento de usuários em plataformas digitais e estamos iniciando a expansão internacional”, completa.

A startup aumenta a ativação, engajamento e adoção de produtos digitais, como softwares, e-commerces, sites, marketplaces, entre outros. Suas soluções ajudam os usuários de um software a aprender, usar e obter resultado mais rápido dentro de um sistema, por meio de treinamentos automatizados, tours, tutoriais, companhas de engajamento e comunicação criadas sem precisar programar.

Com isso, os clientes aumentam vendas em trial, reduzem chamadas se suporte, churn e tempo de treinamento de sistema. “Desenvolvemos também um método próprio para engajar usuários dentro de plataformas digitais. Esse método é comprovado com diversos cases em empresas como Totvs, Linx, Loja Integrada, Doutor RH, entre outros”, lembra Biava. Com mais de R$ 1 milhão captados em investimento, a empresa, que possui clientes como Totvs, Linx, Softplan, Vtex, Locaweb e Rakuten, tem a expectativa de atingir a receita de R$ 5 milhões em 2019.

De Pernambuco para EUA e Europa

A Kokku, empresa de desenvolvimento externo capacitada para fornecer ativos e produtos de 3D até o desenvolvimento de jogos completos, recebeu seu primeiro investimento pela Anjos do Brasil em 2018. “Após o investimento da rede, tivemos um crescimento de 371% em um período de 12 meses. Passamos de 8 para 52 colaboradores e possuímos mais de 30 vagas abertas”, diz Thiago de Freitas, CEO da companhia, que tem como clientes Sony Entertainmente, Guerrilla, High Voltage e Paradox.

Segundo Freitas, para ampliar a presença internacional, a Kokku, com sede em Recife, capital pernambucana, quer investir em unidades em cidades como Vancouver e Amsterdã. Estar presente também no mercado asiático é uma das metas. “Temos uma forte presença nos mercados norte-americano e do leste europeu. Também nos tornamos referência na América Latina em termos de qualidade e branding”, comemora o empresário.

50% das startups morrem em dois anos 

De acordo com Maria Rita, não há números oficiais, mas o segmento de investidores anjo trabalha com 50% de mortalidade das startups nos primeiros dois anos de operação após receber os investimentos. “Acredito que apenas 10% das empresas realmente atingem um crescimento significativo depois de cinco anos”, afirma a executiva.
O segredo do sucesso, como argumenta a diretora da Anjos do Brasil, é que após o recebimento do aporte os melhores empreendedores aplicam objetivamente o plano de crescimento definido, acompanhando indicadores e resultados, o que aumenta a chance de sucesso da startup. “Além disso, também aproveitam da experiência e contatos dos investidores, solicitando apoio de forma ativa”, afirma.

Na Anjos do Brasil, a quantidade de investidores anjo no Brasil cresceu 16% em 2017. Atualmente, de acordo com a organização, há um total de 7.615 investidores anjo no Brasil, de acordo com os dados de 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here