Escolas Livres de Santo André oferecem cursos gratuitos online

As Escolas Livres disponibilizam cerca de 20 vídeos por semana | Foto: divulgação/PMSA

Sem a opção de iniciar o ano letivo de forma presencial, a Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Cultura, buscou alternativa para manter a atividade das Escolas Livres da cidade ao longo de 2020.

Com isso, aulas abertas, encontros e reflexões, conduzidos pelos educadores das Escolas Livres de Teatro (ELT), de Cinema e Vídeo (ELCV), de Dança (ELD) e da Escola Municipal de Iniciação Artística Aron Feldman (Emia) estão agora disponíveis no formato vídeo ou áudio, no YouTube.

O objetivo é atender aos diferentes públicos, incluindo crianças, adolescentes e adultos iniciantes, além de pessoas que buscam aprofundamento teórico ou em técnicas específicas. Os vídeos são gravados ou feitos em formato live, em plataformas como a Zoom, o que permite a participação ativa de pessoas interessadas. E depois são disponibilizados no canal, para acesso de todos.

A secretária de Cultura de Santo André, Simone Zárate, comenta a iniciativa. “A adaptação do grande conteúdo de nossas escolas para o formato online garantiu a manutenção dos projetos neste ano tão atípico, dando aos alunos a continuidade dos processos de estudo e reflexão. Além disso, com os vídeos disponíveis na internet, demais interessados podem também ter acesso a estes materiais, uma vez que as Escolas Livres de Santo André são referência no País e contam com admiradores fora dos limites do município”, explica.

ELT
Alguns conteúdos são direcionados a turmas específicas já matriculadas antes da pandemia. A Escola Livre de Teatro, por exemplo, está com os seus 11 Núcleos e quatro Formações acontecendo no formato EAD (Ensino a Distância), com aulas e encontros virtuais.

Estão na grade aulas temáticas dos Núcleos de Iniciação Teatral, Sonoridades, Circo, Introdução ao Pensamento Crítico, Mulheres em Movimento, Dramaturgia, Percussão, entre outros. Comemorando 30 anos de existência, a ELT oferece também montagens de seu acervo.

Em destaque, já está disponível bate-papo em que a primeira turma que se formou na escola, agora atores e atrizes veteranos, encontraram-se virtualmente com a turma 22, em processo de formação. Em comum entre eles está a montagem de ‘O Alienista’. Esta foi a primeira peça produzida por alunos da escola, e será também a primeira montagem a ser produzida, em breve, no período de isolamento social.

EMIA
Com três décadas completadas no último mês de maio, a Escola Municipal de Iniciação Artística Aron Feldman inicia seus trabalhos com adolescentes de 12 a 17 anos com “Teatro Online” no formato live com a professora Valéria Rocha para 30 participantes. O curso contou com 240 interessados.

Para as crianças e suas famílias, há a série ‘Fazendo arte, sim!’. Já estão disponíveis as aulas ‘Caça-Formas’, com Paula Pedroso, e ‘Afina-Sons’, com Caio Andreatta.

ELD
Enquanto isso, a Escola Livre de Dança começa com um novo projeto: a série ‘Diálogos’, em que profissionais da dança falam de sua trajetória e de como a ELD tornou-se parte dela. O Núcleo de Adultos terá sua primeira live no próximo dia 22, às 19h, com base nas danças brasileiras, orientais e contemporânea.

Outros projetos logo serão disponibilizados: aulas livres de dança para crianças e para adolescentes, além do Projeto “ELD Memória”.

ELCV
A Escola Livre de Cinema e Vídeo, enquanto prepara suas aulas públicas, oferece cursos sobre a obra de dois grandes cineastas: Orson Welles e Alfred Hitchcock, ambos ministrados pelo professor Milton Bíscaro, além e seis vídeos sobre filmes de ficção científica. Juntos, são mais de 58 horas de curso.

Somando o trabalho de todas as escolas, cerca 20 vídeos são publicados semanalmente, além de produtos do projeto “Territórios de Cultura”. Todo o conteúdo pode ser acessado por meio da “Agenda Cultural Online” de Santo André, que oferece programação cultural online diariamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here