Governo estadual e Consórcio ABC assinam protocolo sobre resíduos sólidos

Formalização da parceria ocorreu durante o Encontro Paulista dos Consórcios Públicos, promovido pela Rede Nacional de Consórcios | Foto: divulgação/Consórcio ABC

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC e a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente assinaram, nesta última segunda-feira (31), um protocolo de intenções com o objetivo de desenvolver cooperação técnica para a gestão de resíduos sólidos. A assinatura ocorreu durante o Encontro Paulista dos Consórcios Públicos, realizado por meio de videoconferência.

Durante o encontro, o presidente do Consórcio ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, ressaltou a implementação da política de resíduos pela pasta estadual e elogiou a recente aprovação pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) do processo de licenciamento ambiental da Usina de Recuperação Energética (URE) em Mauá.

“O Consórcio ABC, que surgiu para tratar inicialmente da questão dos resíduos sólidos, se tornou uma das entidades colegiadas mais atuantes do País nas mais diversas áreas. Depois de 30 anos, vamos ganhar esse presente, uma usina inovadora para o País, que estará dentre as maiores do mundo”, afirma Maranhão.

Na ocasião, o secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, destacou a incorporação do tema de resíduos sólidos no Plano Plurianual do Governo do Estado, atualmente com dez protocolos vigentes sobre a questão.

“Os acordos agregam parceiros nesse esforço conjunto de gente séria, obstinada em melhorar a qualidade de vida da população. Somente de maneira sinérgica vamos fazer frente aos desafios que a pandemia nos colocou”, diz Penido.

Então, o documento firmado prevê parcerias que contemplam encontros técnicos, cursos, seminários, palestras, estudos, capacitação, programas e ações de assistência técnica para a implantação das determinações das Políticas Nacional e Paulista de Resíduos Sólidos.

O protocolo foi viabilizado pelos coordenadores do Comitê de Integração de Resíduos Sólidos (CIRS), José Valverde e Ivan Mello.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here