Professor de Santo André lança livro com ideias para melhorar as cidades brasileiras

“É Isso” tem prefácio escrito pelo prefeito de Santo André, Paulo Serra, que participará ainda do lançamento virtual do livro nesta quinta-feira (3) | Imagem: divulgação

Um guia de boas práticas para o poder público municipal tornar a cidade mais cidadã, acessível, sustentável, democrática e menos desigual. Essa é a proposta do livro “É Isso”, que lista 33 ideias factíveis para melhorar a vida coletiva das cidades brasileiras. A edição será lançada em 3 setembro, às 20h30, em um evento virtual multiplataforma, que será transmitido via Facebook, Instagram e Youtube.

A publicação foi idealizada e escrita pelo historiador, cientista político e professor Thiago Rocha de Paula, de Santo André. O livro, lançado pela editora Fabricando Ideias, já está disponível para compra por meio da plataforma digital Amazon.

Entusiasta da renovação política brasileira com medidas inovadoras, ele decidiu colocar no papel ideias próprias e outras que teve conhecimento estudando algumas cidades do País.

“Pensei que seria interessante compartilhar minhas fagulhas e lampejos sobre alguns temas como desigualdade social, educação pública, sustentabilidade e cidades inteligentes, visando o fortalecimento da nossa democracia. Este não é um livro acadêmico, com tese estruturada, mas sim o resultado de alguns anos de estudos e trabalhos sobre políticas públicas”, afirma o escritor.

O prefácio do livro foi escrito pelo prefeito de Santo André, Paulo Serra, que participará do lançamento virtual. “O Thiago descreve com total habilidade e conhecimento de causa a respeito de como a inovação, a tecnologia e a ciência podem, juntas, consolidar práticas que melhoram a vida das pessoas e fazem as suas cidades progredirem”, comenta o chefe do Executivo municipal. “É um guia prático que aponta soluções transformadoras, capazes de impulsionar o desenvolvimento econômico e social dos municípios”, acrescenta Serra.

O que e como fazer
O livro não traz simplesmente ideias para o poder público, mas também como ela pode ser implementada. Ao final de cada capítulo, há um quadro que explica quem pode propor a iniciativa (Executivo, Legislativo ou ambos) e qual instrumento legal pode ser utilizado para colocá-la em prática (portaria, decreto do executivo ou lei ordinária).

Dentre as ideias listadas na publicação, estão projetos para planos de carreira para os professores, arborização urbana, melhor avaliação do ensino, melhor aproveitamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), diminuição da emissão de carbono, melhoria das calçadas, profissionalização e modernização da gestão pública, incentivo aos esportes alternativos, políticas afirmativas para diminuição das desigualdades, educação de empreendedorismo e cidadania nas escolas, melhoria no transporte público, entre outras sugestões.

“Todas estas propostas são factíveis e possíveis de serem colocadas em prática. Este livro pode, facilmente, ser base de um plano de governo de algum candidato a prefeito”, finaliza Rocha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here