São Bernardo do Campo passa a ter vans de aplicativo no transporte coletivo por empresa de ônibus

Inicialmente, serão duas linhas. Operação é realizada pela concessionária do serviço regular, BR7 Mobilidade. Plataforma é da Ubus | Foto: reprodução

*Por Adamo Bazani do Diário do Transporte

A cidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, passa a ter um serviço de vans por aplicativo como serviço complementar ao transporte público.

Inicialmente são duas rotas disponíveis a partir desta quarta-feira, 02 de novembro de 2020: Alvarenga-Piraporinha e Condomínio Tiradentes – Paço Municipal.

A operação é de responsabilidade da empresa BR7 Mobilidade, concessionária das linhas municipais de ônibus, e a plataforma tecnológica é da Ubus. O nome comercial do serviço é BR7 +.

Tarifa e formas de pagamento:

A tarifa é única no valor de R$ 6,80 enquanto a passagem dos ônibus convencionais é de R$ 4,75.

O pagamento pode ser feito com cartões de crédito ou com Cartão Legal, que é o bilhete do sistema regular da cidade, na modalidade Cidadão (Comum).

Como usar:

O diretor de operações do Ubus, Victor Gonzaga, disse que usar o serviço é fácil. “O cliente baixa o aplicativo Ubus nas lojas virtuais nos celulares da Apple Store ou Google Play e faz o cadastro. Depois, basta selecionar origem e destino para ver se há rota disponível oferecida pela BR7 por meio da plataforma. É possível reservar o assento e escolher o melhor horário. A compra é feita pelo celular na mesma plataforma”, explicou.

Como a compra é eletrônica, não é necessário manipular dinheiro.

As vans:

O início das operações é com quatro vans com 16 ou 18 lugares cada.

As vans são configuradas com itens de conforto como wi-fi, ar-condicionado com higienização, assentos executivos, cintos de segurança e carregadores para celulares e outros dispositivos móveis.

Como os lugares são escolhidos previamente, não há o risco de o usuário pagar a passagem e o veículo passar direito por estar cheio.

Os veículos contam com dispensadores de álcool em gel

Empresários tradicionais e inovação:

A BR7 é uma empresa do Grupo ABC, da família Setti & Braga, que atua há mais de 100 anos nos transportes da região.

Portanto, são empresários de ônibus tradicionais.

Ser tradicional, entretanto, não significa ser avesso à modernidade.

O transporte sob demanda é uma exigência cada vez maior da população e, na visão da diretora-executiva da BR7 Mobilidade e cofundadora do Ubus, Milena Braga Romano, os empresários do setor devem responder a este movimento.

“Quebrar paradigmas é algo necessário no nosso setor de transporte público. Nós vimos nos últimos anos uma demanda muito grande de uma vontade do cliente de migrar para o aplicativo individual. Então, nós desenvolvemos este sistema nos últimos dois anos com uma tecnologia 100% nacional com o objetivo de oferecer esta solução de tecnologia sob demanda para o transporte coletivo. É disruptivo, hoje as pessoas querem ter a solução na palma da mão, pelo celular, programando e personalizando as suas viagens” – disse

Segundo Milena, o aplicativo Ubus pode ser utilizado por qualquer empresa de ônibus e sistema de transportes que optarem por oferecer esta opção a mais de deslocamento.

De acordo com a empresária, por ser tecnologia nacional desenvolvida por quem já conhece transporte público, fica mais fácil adaptar a plataforma para as características de cada município.

No caso de São Bernardo do Campo, o modelo foi possível em decorrência da parceria da empresa operadora com o poder público, por meio da ETCSBC – Empresa de Transportes Coletivos de São Bernardo do Campo.

Novas rotas devem ser criadas na cidade de acordo com base nos pedidos dos passageiros e com uma espécie de mapa de calor que a tecnologia proporciona.

O principal intuito não é apenas oferecer mais uma opção para quem está no ônibus, mas também para quem se desloca habitualmente de carro e moto e pode deixar o transporte individual, o que pode trazer impactos positivos para redução do trânsito e poluição.

Parceria com a Praxio

A Praxio, empresa cuja tecnologia responde pela operação de mais da metade das operadoras do setor, é a representante exclusiva da UBus no Brasil.

O CEO da Praxio, Valmir Colodrão, disse que a plataforma UBus oferece para as empresas de ônibus de todo Brasil a oportunidade de aumentar a demanda de passageiros que trocaram o transporte público coletivo pelo transporte individual – consumidores que buscam maior conforto no seu deslocamento e não se importam em pagar um pouco a mais para isso.

Na solenidade de hoje, Colodrão afirmou: “A receptividade pela inovação trazida pelo Ubus foi fantástica e a partir de agora, teremos um CASE para apresentar aos empresários interessados em implantar o transporte sob demanda na sua cidade/região. Será um grande sucesso“.

*Adamo Bazani é jornalista especializado em transportes. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here